Artigo de Guilherme André
18-05-2020

Nos últimos tempos temos assistido a cada vez mais recriações elétricas de modelos clássicos. De facto, parece começar a ganhar força o mercado “neo-retro” onde se junta carros do passado com tecnologias modernas. Desta vez foi a Garage Italia, preparadora italiana gerida por Lapo Elkann, um nome próximo da Fiat. Isto porque, este é neto de Giovanni Agnelli, fundador da marca. Elkann decidiu inovar e transformar um Fiat Panda 4×4 da primeira geração num carro 100% elétrico. O denominado Panda 4×4 Panderis é uma edição especial limitada a cinco unidades.

Leia ainda: BMW M3 de Paul Walker à venda por mais de 130 mil euros

Se por fora mantém todos os atributos com que saiu de fábrica, debaixo do capot tudo é diferente. O motor a combustão é substituído por um propulsor elétrico. Curiosamente, a preparadora conseguiu ligá-lo à caixa de velocidades e sistema 4×4 originais. Apesar de não terem sido revelados dados relativamente a performances, sabemos que atinge até 115 km/h. No que diz respeito a autonomia, os clientes podem esperar algo a rondar os 100 quilómetros.

Fiat Panda elétrico demora entre 3 e 8 horas a carregar

Quando chega a hora de “abastecer” a porta de carregamento é no mesmo sítio onde se costuma meter gasolina. O processo deve demorar entre três e oito horas, conforme o tipo de carregamento de utilizar. No interior destaque para a inclusão de um sistema de som da JBL e revestimentos de boa qualidade.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça as criações.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top