Artigo de Equipa Automundo
22-09-2021

O piloto transalpino Dario Costa, que competiu no Porto na Red Bull Air Race, fez história com um voo insólito que entrou diretamente para o Guiness Word Record: voou 1610 metros dentro de dois túneis a uma velocidade de 245 km/hora. A margem de erro era muito reduzida, com o avião a apenas 1 metro de distância do solo. Foi cerca de um ano de preparação para um voo de apenas 44 segundos.

O piloto italiano Dario Costa, de 41 anos, foi o protagonista de um feito que entrou diretamente para o Guinness World Record. Ao todo, foram estabelecidos cinco recordes, com o mais longo voo de um avião dentro de um túnel (1610 metros), o primeiro voo de avião dentro de um túnel, o mais longo voo de baixo de um obstáculo sólido (1610 metros), o primeiro avião a voar entre dois túneis e o primeiro avião a descolar de um túnel.

Voo dentro de dois túneis a 245 km/hora vale recorde do Guinness

Leia ainda: Red Bull com novo sabor e as asas do costume

Dario Costa realizou este feito sob a orientação de uma verdadeira lenda do desporto aéreo, o antigo Campeão da Red Bull Air Race Peter Besenyei. Também Besenyei fez história há mais de 20 anos ao ser o primeiro piloto a realizar um voo invertido debaixo da ponte das correntes, em Budapeste. O avião utilizado por Dario foi o mesmo com que o piloto competiu no Porto, em 2017, na última edição da Red Bull Air Race – um Zivko Edhe 540. “Foi tudo muito rápido e só senti um momento de maior tensão quando o avião saiu do primeiro túnel e começou a apanhar ventos cruzados. Consegui reagir e levar o avião para a trajetória certa”, explicou Dario depois de aterrar. O local escolhido foram os túneis de Çatalca, no norte da Turquia, que estão inseridos numa autoestrada inaugurada no ano passado.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top