Artigo de João Isaac
04-01-2020

O crossover XCeed é o mais recente membro da família Ceed, o compacto familiar da Kia. Depois das carroçarias hatchback, station wagon e da inédita shooting brake ProCeed, a marca coreana volta a inovar apostando no formato CUV, um SUV de postura mais desportiva, o formato que mais procura tem no mercado, mas que aqui se fica abaixo dos 1,5 metros de altura. No entanto, apesar da linha do tipo coupé, o XCeed mantém a tão apreciada posição de condução ligeiramente mais elevada, bem como uma das mais generosas alturas livres ao solo do segmento onde concorre, batendo inclusivamente, o seu irmão maior, o Sportage.

Leia ainda: Ford Focus Active SW, a carrinha perfeita para uma escapadinha de fim de semana

Apesar da partilha de elementos mecânicos entre os vários modelos da família Ceed, para o novo XCeed, no que diz respeito à carroçaria, apenas transitaram as portas dianteiras. Todos os outros painéis são integralmente novos. Na verdade, o design final do XCeed foi bastante bem sucedido na procura desse equilíbrio, aliando uma estética distinta a linhas facilmente identificáveis como uma variante da gama do compacto coreano.

Bagageira do XCeed tem 426 litros de capacidade

Apesar da linha desportiva do tejadilho, o espaço em altura para os passageiros de trás é adequado e só o passageiro do lugar do meio sai prejudicado pela altura insuficiente. No entanto, o design obriga a que o vidro traseiro tenha igualmente pouca altura, o que, aliado a um pilar traseiro largo, não favorece a visibilidade para trás. A bagageira, com 426 litros, é das mais generosas do segmento, sendo inclusivamente mais volumosa do que a do Ceed de 5 portas que se fica pelos 395 litros.

Veja o vídeo:

O habitáculo partilha igualmente muito elementos com as restantes variantes da gama, mas o painel de instrumentos digital com 12,3 polegadas destaca-se de imediato. Permite uma leitura limpa das informações e contribui para o ambiente high tech a bordo. Neste aspeto, importa também referir o novo sistema de infotainment com display de 10,25” que permite mostrar, ao mesmo tempo, três aplicações diferentes. A apresentação limpa e o funcionamento intuitivo são dois pontos fortes do sistema multimédia do XCeed.

Veja também: Seat Leon Cupra R ST, a carrinha que nunca vai ver no retrovisor

Para este primeiro contacto, conduzimos a nova proposta da marca coreana com a motorização de acesso à gama, aquela que deverá ter mais expressão no nosso mercado. Falamos do já conhecido três cilindros 1.0 T-GDi, a gasolina, com 120 cavalos. É um motor enérgico, com vibrações reduzidas e que assenta bem ao novo CUV da Kia para uma utilização dita normal. No entanto, em determinadas condições, como ultrapassagens e principalmente com ar condicionado na equação, é necessário recorrer à caixa de velocidades para compensar alguma falta de pulmão. O indicador de mudança também nos pareceu, por vezes, demasiado otimista, convidando a subir de relação antes do que seria aconselhável.

Híbridos chegam em breve à gama XCeed

Para quem o Diesel é indispensável, o XCeed pode estar equipado com o motor 1.6 CRDi, disponível em duas versões de potência, 115 ou 136 cavalos. No entanto, o mais potente da gama é o 1.4 T-GDi, a gasolina, com 140 cavalos. Quanto a motorizações eletrificadas, o XCeed vai dispor de uma versão plug-in, com motor 1.6 a gasolina, bem como de duas versões mild hybrid associadas a ambas as variantes do motor Diesel.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Ao volante, destaca-se um comportamento seguro e competente, avaliação para a qual contribui uma outra inovação do XCeed, a adoção de batentes hidráulicos nos amortecedores dianteiros. Assim, mesmo sem o comportamento de um desportivo, o novo CUV passa com distinção no teste dinâmico, complementando o look desportivo que a tanta gente agradou ao vê-lo passar. Para fechar as contas, há que contar com uma campanha de lançamento de 4750 euros de desconto no caso do motor que experimentámos e também a sempre apelativa garantia de 7 anos da Kia. Virá o XCeed a ser o formato mais apreciado e procurado da gama? O tempo o dirá, mas argumentos não lhe faltam.

Preço e IUC

Preço base: 26 740 €

Preço com campanha: 21 990 €

IUC: 137,26 €

Ficha técnica

Motor e transmissão

Colocação: dianteira, transversal

Cilindrada: 998 cc, três cilindros em linha

Alimentação: injeção direta, gasolina, turbo

Potência: 120 cavalos às 6000 rpm

Binário: 172 Nm das 1500 às 4000 rpm

Caixa: manual de 6 velocidades

Consumo e performance

Consumo médio declarado: 6,4 lt/100 km

Consumo médio verificado: 7,1 lt/100 km

Aceleração 0-100 km/h: 11,3 segundos

Velocidade máxima: 186 km/h

Dimensões

Comprimento/largura/altura: 4395 mm/1826 mm/1483 mm

Capacidade da mala: 426 litros

Percorra a galeria e veja as fotos do Kia XCeed 1.0 T-GDi.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top