Artigo de Guilherme André
24-07-2019

A norte americana Harley-Davidson tem uma enorme história na indústria das duas rodas. Contudo, a crescente tendência pela procura de algum tipo de eletrificação obrigou o fabricante a acelerar o processo de desenvolvimento deste novo tipo de propulsão. O produto final é a LiveWire, a primeira Harley-Davidson elétrica da história e que chega a Portugal em setembro, com o preço a começar nos 34 500€.

Leia ainda: Yamaha apresenta a nova superdesportiva R1 em dose dupla

Esta conta com um propulsor elétrico que produz uma potência de 106 cavalos. A bateria de iões de lítio tem uma capacidade de 15,5 kWh, ou seja, permite uma autonomia de 225 km. Apesar de ser a primeira tentativa, a primeira Harley-Davidson elétrica não compromete.

Veja o vídeo:

Assim, a primeira moto que deixa de parte os motores a combustão comporta-se como uma verdadeira Harley ao atingir acelerações dos 0 aos 100 km/h em três segundos. De acordo com os dados revelados pela marca norte americana, a velocidade máxima está limitada a 180 km/h.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Ao nível de carregamento, as entradas encontram-se no mesmo local onde deveria estar a abertura para pôr combustível. Assim, a LiveWire está equipada com sistema de carregamento rápido que permite carregamentos até 80% da bateria em 40 minutos ou 100% em uma hora.

Percorra a galeria e conheça a primeira Harley-Davidson elétrica.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top