Artigo de João Isaac
08-10-2019

A Opel deu início à produção da sexta geração do Corsa na fábrica de Saragoça, Espanha. O Rei Felipe VI, Carlos Tavares, presidente do conselho de administração da PSA e Michael Lohscheller, CEO da Opel, marcaram presença no arranque de produção, uma cerimónia oficial que contou igualmente com a presença dos funcionários e de outros convidados.

Leia ainda: Ford Galaxy ganha versão Vignale e S-Max recebe atualização

A nova geração do utilitário da marca alemã aponta à liderança do segmento apostando num design mais dinâmico e numa superior eficiência. A sexta geração do Corsa é um dos automóveis mais aerodinâmicos e leves da sua classe. Na versão base, o novo Corsa pesa menos de 1000 quilogramas. Para além disso, graças à elevada eficiência dos motores, também os valores de consumo e emissões são inferiores aos da anterior geração.

A sexta geração do Corsa é um dos automóveis mais aerodinâmicos e leves da sua classe

“O Corsa não é só um dos modelos de maior sucesso da História recente, com vendas de cerca de 14 milhões de unidades nos últimos 37 anos, mas igualmente um marco no processo de eletrificação da nossa marca. Já a partir do início de 2020 vamos produzir o Corsa-e também em Saragoça. O Corsa-e será o primeiro automóvel totalmente elétrico da Opel feito na Europa”, afirmou Michael Lohscheller.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

O Opel Corsa-e recorre a um motor elétrico com 136 cavalos de potência e a uma bateria que garante uma autonomia de 330 quilómetros (WLTP). Juntamente com o novo Grandland X Hybrid4, o Corsa-e representa o início da era elétrica da marca do relâmpago. Esta já tinha anunciado que vai oferecer uma versão eletrificada de cada modelo da sua gama até 2024.

Percorra a galeria e veja as fotos do novo Opel Corsa.

Fotos: Opel

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top