Artigo de João Isaac
29-05-2019

A primeira edição do Rally de Portugal, na altura designado Rally TAP, ocorreu no longínquo ano de 1967. O sucesso da prova e o prestígio que rapidamente alcançou a nível internacional, levaram a etapa portuguesa a integrar o calendário da primeira edição do campeonato mundial de ralis apenas seis anos depois.

A prova portuguesa é, para muitos fãs e pilotos, o melhor rali do mundo, distinção que lhe foi atribuída por cinco vezes. Visto ser uma das provas mais espetaculares e exigentes do calendário do WRC, o Rally de Portugal foi palco de muitas lutas memoráveis, bem como de outros episódios menos positivos. Ambos marcaram não só a história da prova, mas também a do desporto motorizado no geral.

A mítica noite de Sintra em 1978

A edição de 1978 é talvez aquela que reúne as melhores memórias. A luta pela vitória prolongou-se até às últimas classificativas, em Sintra. Markku Alén, ao volante de um FIAT 131 Abarth, e Hannu Mikkola em Ford Escort. Estes foram os protagonistas deste duelo que não terá, provavelmente, uma digna repetição no futuro da competição.

Leia ainda: Niki Lauda, campeão dentro e fora dos circuitos

Uma luta ao segundo que se repetiu nas quatro passagens pelos troços da Lagoa Azul, Peninha e Sintra. No fim, e apesar de Mikkola ter conseguido anular a diferença com que começou a etapa, partindo na liderança da prova para a derradeira passagem no troço de Sintra, foi Alén quem celebrou a vitória após um embate de Mikkola com o Escort.

Tragédia na Lagoa Azul

O Rally de Portugal de 1986 ficou marcado pelo grave acidente do Ford de Joaquim Santos, em Sintra. O despiste do RS200 provocou três vítimas mortais e vários feridos entre o público que assistia à prova. A má colocação de muitos dos espectadores e a performance brutal dos carros daquela época, com potência bem superior à dos WRC atuais, conduziram a vários incidentes que viriam a ditar o fim prematuro dos Grupo B.

Latvala perde o Focus

No dia em que celebrava 24 anos, Jari-Matti Latvala apanhou um dos maiores sustos da sua carreira de piloto. Na classificativa de Ourique da edição de 2009 do Rally de Portugal, o piloto finlandês perdeu o controlo do seu Ford Focus, passando por cima da barreira de proteção e acabando no fundo de uma ravina. Segundo consta, foram 17 cambalhotas até que uma árvore parou a descida descontrolada do Ford.

Ogier iguala recorde de Alén

Foi preciso esperar até 2017 para que um recorde com vinte anos fosse igualado. O atual campeão do mundo, Sébastien Ogier, venceu a prova portuguesa em 2017 ao volante de um Ford Fiesta. Desta forma, igualou a marca do finlandês Markku Alén que era até então o recordista de vitórias no Rally de Portugal.

Percorra a galeria e saiba mais sobre os episódios que marcaram o Rally de Portugal.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top