Artigo de Guilherme André
14-11-2019

A proposta apresentada pela PSA Motorsport, com o apoio da Peugeot, foi aprovada. O objetivo da mesma é participar no WEC em 2022, um campeonato de endurance onde se inclui as lendárias 24 Horas de Le Mans, prova essa que a Peugeot venceu em 2012. Ou seja, o regresso vai marcar os 10 anos desde o último grande feito da marca gaulesa nesta competição. No entanto, esta proposta só foi aprovada por um motivo.

Leia ainda: Alexander Albon continua na Red Bull F1 em 2020

“A significativa redução de custos definida pela nova regulamentação dos hipercarros, bem como a confirmação da eletrificação de cadeias de tração com recurso a tecnologia híbrida, levaram o Comité Executivo do Grupo PSA a aprovar a proposta de participação da marca Peugeot neste campeonato, em 2022.”, lê-se no comunicado da marca.

Veja o vídeo:

Peugeot venceu as 24 Horas de Le Mans em 2012

Apesar de tanto tempo afastados deste palco, Jean Marc Finot, diretor da PSA Motorsport, está entusiasmado com este desafio. “Estou confiante de que irão, uma vez mais, demonstrar a vontade de vencer”, disse. Ainda assim, de salientar que muito mudou desde 2012, ano em que o principal rival era a Audi.

Veja também: Ford v Ferrari, Matt Damon e Christian Bale protagonizam batalha épica

Por enquanto ainda não se sabem pormenores sobre o hipercarro, contudo, existem rumores de uma possível parceria com a Oreca. Assim, a marca do Leão beneficiaria da experiência do fabricante de chassis para a criação do hipercarro. Isto porque a Oreca pretende continuar no WEC no futuro, no entanto, precisa de apoio de outra equipa para dividir custos. A peugeot vai revelar mais detalhes sobre o possível hipercarro em 2020.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top