Artigo de João Isaac
24-05-2019

A Opel divulgou as imagens oficiais da nova geração do Corsa e mostrou primeiro a versão elétrica. Assenta sob a plataforma CMP dos irmãos Peugeot 208 e DS 3 Crossback e apenas estará disponível na versão de 5 portas. O novo Corsa-e está equipado com um motor elétrico de 100 kW (136 cavalos). A autonomia declarada pela Opel é de 330 quilómetros, segundo o ciclo WLTP. A bateria de 50 kWh está preparada para suportar carregamentos rápidos. Em cerca de 30 minutos, pode recuperar 80% da sua capacidade. A garantia da bateria é de 8 anos.

Leia ainda: Evolut, o projeto que quer acelerar a transição energética

Estão disponíveis três modos de condução: Normal, Eco e Sport. No modo mais ecológico, a gestão de energia é feita de forma a maximizar a autonomia. No modo Sport, o Corsa-e sacrifica um pouco mais de carga para um melhor desempenho dinâmico. Assim, a nível de performances, o Corsa-e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 8,1 segundos. O binário instantâneo de 260 Nm é garantia de agilidade e facilidade de condução.

Veja o vídeo:

Maior, mas mais leve

Com 4,06 metros de comprimento, o Corsa está ligeiramente mais comprido. A linha de tejadilho é agora mais baixa, acentuando as linhas mais desportivas. A estreia da nova plataforma permitiu, também, uma significativa redução do peso. Este não atinge os 1000 kg nas versões menos equipadas. Comparando versões idênticas, o novo Corsa está cerca de 10% mais leve do que a geração anterior. Para isso contribuem ainda o capot em alumínio e os bancos de construção otimizados.

Ainda não são conhecidos os preços do novo Corsa. No entanto, o período de encomendas inicia-se dentro de poucas semanas com a versão elétrica. As variantes Diesel e a gasolina surgem um pouco mais tarde. Está prevista a utilização dos motores 1.2, três cilindros, a gasolina e do Diesel 1.5 do Grupo PSA.

Percorra a galeria e veja as fotos do novo Opel Corsa-e.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top