Artigo de Guilherme André
04-03-2020

O futuro do segmento dos citadinos vai seguir o caminho da eletrificação e, como mostram os recentes desenvolvimentos, está cada vez mais presente. Desta vez falamos do novo Fiat 500e, a nova versão 100% elétrica de um nome mítico para a marca italiana. Apesar do método de propulsão ser o grande destaque desta variante, há muito mais para mostrar , mas já lá vamos.

Fiat 500e oferece 320 km de autonomia

Começando pelo motor, o Fiat 500e debita 116 cavalos de potência. Para o “abastecer”, o fabricante italiano recorreu a uma bateria de 42 kWh que consegue gerar até 320 km de autonomia com uma carga. Os valores de performances não foram revelados, ainda assim, sabe-se que a velocidade máxima é limitada a 150 km/h. No exterior, mantém a forma que lhe tem dado tanto sucesso ao longo dos anos, contudo, podemos observar algumas diferenças. Nomeadamente na dianteira com o desaparecimento da grelha frontal e o novo símbolo 500 ao centro. Algo que também se destaca é a assinatura de luzes redesenhada.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Leia ainda: Bentley Bacalar, o GT sem capota ultra exclusivo com mais de 650 cavalos

Já no habitáculo, assistimos à substituição do manípulo de velocidades por botões no tablier. Assim, o Fiat 500e consegue um visual minimalista onde apenas encontramos o essencial. De destacar também o aparecimento de um novo ecrã tátil com 10,25 polegadas, enquanto o painel de instrumentos digital chega às sete polegadas. Por fim, sabe-se que este novo Fiat 500e só vai estar disponível nos mercados Europeus. As primeiras unidades estão previstas para a altura do verão. Quanto ao preço, este ainda não foi revelado, porém, a edição “Prima” vai custar, em Itália, 37 900€.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça o novo citadino elétrico.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top